Father and Son Playing

Quer aparecer para 55.000 pessoas toda semana?

Por R$ 1.500,00 semanais, 5 inserções diárias, durante 5 dias na semana

Relatórios semanais para sua análise...

Buscar

Autora do livro ‘Como Matar Seu Marido’ é condenada nos Estados Unidos por matar o marido

Nancy Brophy publicou escritos em 2011, sete anos antes de supostamente atirar no esposo Daniel Brophy



A escritora norte-americana Nancy Brophy foi considerada culpada nesta quarta, 25, por um júri no Estado do Oregon, nos Estados Unidos, de ter assassinado o marido Daniel Brophy em junho de 2018. Nancy escreveu diversos livros de suspense, incluindo um publicado em 2011 na internet que se chamava ‘Como Matar Seu Marido’, o que levou seu caso a se tornar notório. A mulher de 73 anos foi casada por 27 anos com Daniel, antes de supostamente atirar no homem de 63 anos com uma pistola 9mm em uma cozinha do Instituto de Culinária do Oregon, onde ele dava aulas. Segundo os promotores, a autora da saga intitulada “Wrong Never Felt So Right” (O errado nunca foi tão certo, em tradução livre), que inclui “The Wrong Husband” (O marido errado) e “The Wrong Lover” (O amante errado) passava por dificuldades para pagar a hipoteca da casa, e teria cometido o crime em busca de receber US$ 1,4 milhão em diversas apólices de seguro de vida do marido. Nancy nega a autoria e afirmou que ela estava melhor financeiramente com Daniel vivo. “Se perguntassem qual é a motivação? Um editor riria e diria ‘você precisa trabalhar mais na história, tem um grande buraco nela'”, disse, em depoimento.



No entanto, a situação da escritora se complicou por existirem vídeos de câmeras de segurança que a mostram no estacionamento do local onde o crime ocorreu pouco antes e pouco depois de Daniel chegar. Ela alega que dirigia pela cidade em busca de inspiração para novas histórias e que sofreu de uma amnésia retroativa devido ao choque emocional pela morte do marido, por isso não se lembra de estar no local. Os investigadores dizem que o cano da pistola Glock usada no assassinato foi comprado no eBay. A peça, que conteria pistas forenses condenatórias, não foi recuperada apesar de uma exaustiva busca policial. O livro de 2011 não pode ser usado como evidência devido a uma determinação do juiz Christopher Ramras. O ensaio foi publicado em um blog, descrevendo cinco motivos para o assassinato e apontando diversas armas que a personagem que narra a história poderia escolher para matar o esposo. Ela ainda desaconselhava contratar um assassino de aluguel ou utilizar veneno para cometer o crime. “Quem quer ficar com um marido doente”, justificou. O julgamento deve ser concluído em breve, com a indicação de quanto tempo Nancy ficará na cadeia, onde está desde setembro de 2018.