Buscar

“Bebam água”: essa é a palavra de ordem dos craques


Depois de o craque português Cristiano Ronaldo detonar a Coca-Cola retirando da bancada onde são realizadas aquelas entrevistas coletivas duas garrafas da maior indústria de refrigerante do mundo, logo a seguir foi a vez do francês Paul Pogba tirar também da frente das câmeras uma garrafa de cerveja do mesmo local quando participava de uma coletiva após a partida entre Alemanha e França pela Eurocopa.

Mas o francês não fez nenhum comentário sobre o produto da Heineken. Ficou na dele, apenas retirou a garrafa. Se a moda pega hein?






O silêncio dos inocentes


O ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel chegou todo poderoso na CPI da Covid mas após ser questionado sobre um possível superfaturamento na compra de respiradores para o estado durante a pandemia Witzel amarelou. Foi esperto. Se utilizou do habeas corpus concedido pelo STF (Supremo Tribunal Federal), que lhe permite ficar em silêncio diante dos senadores. Em sua decisão, o ministro Kassio Nunes Marques ressaltou que o ex-governador já é investigado em ação por corrupção e lavagem de dinheiro no STJ (Superior Tribunal de Justiça). Esse país é uma gracinha mesmo! As vezes até uma piada de mau gosto.






Impressos à vista


A volta do Jornal O Globo, distribuído agora em todo território nacional, sinaliza para uma evidente tendência dentro do mercado editorial: o impresso começa a se movimentar. Ainda é cedo para uma análise mais profunda, observam os papas do marketing. Mas o que está ocorrendo no mundo cibernético é um total descrédito no que diz respeito a veracidade das informações. Praticamente tudo é fake. As pessoas não confiam mais no que leem, tanto nas redes sociais quanto nos aplicativos de conversação. Sendo assim, as empresas já se movimentam para voltar a investir nas publicações impressas. É o mundo.


9 visualizações
 

Mais Notícias