google-site-verification=lbjueM2tO1RF8DU_YVArfBjlwLINtJ5N-0i3bpcVFVo
top of page
Post: Blog2_Post

Cabo eleitoral de Lula, Felipe Neto critica governo: "Dia lamentável"

Atualizado: 1 de jun. de 2023

O youtuber criticou medidas que podem esvaziar órgãos ambientais e disse que "a situação é tenebrosa na Câmara". Ele ressaltou, no entanto, que não mudou de lado e não se arrepende de ter apoiado Lula


O youtuber Felipe Neto, apoiador do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), usou as redes sociais nesta quinta-feira (25/5) para criticar o governo petista. Em uma publicação no Twitter, Felipe Neto criticou medidas que podem esvaziar órgãos ambientais e disse que o governo Lula viveu um "dia lamentável".


"Hoje foi um dia lamentável do governo Lula. O desmembramento do Meio Ambiente, afrouxamento do código florestal, tudo com apoio do PT e posts celebrando. Não há explicação razoável para esse cenário. Marina Silva, o Brasil consciente está ao seu lado", escreveu o influenciador.


O comentário de Felipe Neto diz respeito à aprovação de mudanças no governo que fortalecem o Centrão e retiram poder da ministra Marina Silva (Rede), votada pela comissão mista formada por deputados e senadores que analisa a MP (Medida Provisória) da reorganização da Esplanada dos Ministérios.


Na postagem, o youtuber ressaltou, no entanto, que não mudou de lado e que não se arrepende de ter apoiado Lula durante a eleição contra Jair Bolsonaro (PL).


"E não, bolsonaristas, nada disso me faz ter qualquer arrependimento de ter ajudado a derrotar o líder supremo de vocês. Não importa quantos erros a gestão Lula cometa, o fascista continuará onde merece: derrotado", escreveu.


Ainda em tom de crítica, o influenciador afirmou que "Arthur Lira tomou o país para si e o governo Lula está refém desse sujeito" e que "a situação é tenebrosa na câmara."



Felipe Neto declarou apoio a Lula, nas eleições presidenciais do ano passado, que disputava o cargo com Jair Bolsonaro, afirmando que fez a escolha para derrotar o "monstro genocida".


"Pelo fim do medo, da fome, do negacionismo e da incompetência. Declaro meu voto em Lula no primeiro turno das eleições para a Presidência do Brasil", escreveu no Twitter, à época.


"Meu apoio é pela esperança de voltarmos a ser um país que cresce, mas a cobrança será grande, como tem que ser com qualquer um", acrescentou, avisando que cobraria Lula caso fosse eleito.

Comments


bottom of page