Centro Europeu alerta que novas variantes de "alto" risco do vírus vão causar mais mortes

Já foram registados mais de 3 mil casos da nova variante do vírus responsável pela covid-19, identificada no Reino Unido.


O Centro Europeu para Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) disse esta terça-feira que há um "alto" risco de que as variantes do covid-19 recém descobertas possam pressionar ainda mais os cuidados médicos e causar mais mortes devido ao "aumento da transmissibilidade".

O ECDC, com sede em Estocolmo, referiu num relatório que "embora não haja informações de que as infeções por essas variantes sejam mais graves", o fato de se propagarem mais facilmente significa que o impacto sobre "hospitalizações e mortes é avaliado como alto".


Como as variantes de vírus que circulavam anteriormente, o risco é particularmente maior para "aqueles em grupos de idade avançada ou com comorbidades", acrescentou a agência.


O relatório abordou especificamente as duas novas variantes descobertas no Reino Unido e na África do Sul, ambas apresentam sinais de "maior transmissibilidade".


Mais de 3000 casos da variante do Reino Unido já foram registados em dezenas de países da Europa e em todo o mundo, de acordo com o ECDC.



Na África do Sul, mais de 300 casos de outra variante foram registados e três casos da mesma variante foram confirmados na Europa, dois no Reino Unido e um na Finlândia, mas todos os três foram associados a pessoas que regressaram da África do Sul.

O Centro Europeu recomendou aos países que continuem a aconselhar os cidadãos "sobre a necessidade de intervenções não farmacêuticas de acordo com sua situação epidemiológica local", com foco particular nas "viagens não essenciais e atividades sociais".


O ECDC também recomendou uma série de opções para "atrasar a introdução e disseminação de uma nova variante de preocupação", incluindo o sequenciamento direcionado de casos da comunidade para "detetar precocemente e monitorizar a incidência da variante".

Além disso, sugere um maior "acompanhamento" e número de testes às pessoas associadas a áreas com maior número de casos da nova variante.


O Centro Europeu também lembrou a todos aqueles que viajam a partir das zonas com maior registo de casos da nova variante a necessidade de se "cumprir a quarentena" e fazer o teste de despiste à covid-19.

 
design real.png
Cópia_de_segurança_de_design real.png

Fresh

MARKET

Navegue pela web
logo real certo.png
  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Grey Instagram Ícone

REVISTA REAL NOTÍCIAS - AV. HENRIQUE LOTTE , 50 - BARRA DA TIJUCA - RJ - BRASIL - SITE DESENVOLVIDO POR CARLOS DE MELLO MARQUES - 00029291712