Em carta a governo do Rio, F1 confirma acordo para realizar corrida na cidade

Documento foi enviado pelo CEO da categoria no dia 14 de setembro de 2020


Rio - O CEO da Fórmula 1, Chase Carey, enviou uma carta ao governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, confirmando o acordo para a realização do GP do Brasil na Cidade Maravilhosa com a consórcio Rio Motorsports. De acordo com o CEO, o único entrave para um anúncio oficial da categoria seria a ausência das licenças ambientais necessárias e emitidas pelas autoridades competentes.


Leia a carta na íntegra: "Querido governador Cláudio Castro, Espero que esta carta chegue bem até você e espero que você e seus colegas estejam bem conforme possível nestes tempos desafiadores e complicados. Obrigado por seu apoio para marcar a Fórmula 1 no Brasil. O Brasil tem um papel especial na história da Fórmula 1 e nós temos muitos e valorosos fãs no Brasil. Estou escrevendo para atualizá-lo de que nós agora finalizamos os acordos para uma corrida com o Rio Motorsports LLC, que vai sediar, organizar e promover eventos da Fórmula 1 no Rio de Janeiro. Esses acordos estão prontos para execução e anúncio por parte da Fórmula 1 assim que todas as licenças necessárias forem expedidas pelas autoridades relevantes, como INEA/CECA, no Rio de Janeiro, Brasil. Por favor, sinta-se livre para me contatar a qualquer momento. Estamos ansiosos para um futuro excitante no Brasil."

O projeto, no entanto, enfrenta a resistência de grupos ambientais e políticos que são contrários à utilização do terreno de Deodoro. A oposição questiona as consequências da obra no ecossistema da Floresta do Camboatá, local onde pretende-se construir o autódromo.

 
Navegue pela web
logo real certo.png
  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Grey Instagram Ícone