Filha de Belchior e namorada são presas por envolvimento na morte de suspeito de pedofilia

Isabela Menegheli Belchior, de 26 anos, filha do cantor Belchior, que morreu em 2017, e a namorada dela, Jaqueline Priscila Dornelas Chaves, de 31 anos, foram presas

preventivamente em São Carlos.


O

casal é acusado de envolvimento no assassinato do metalúrgico Leizer Buchiwieser dos Santos, em agosto de 2019. De acordo com a polícia, Leizer era pedófilo, costumava marcar programas sexuais pelas redes sociais e pedia o envolvimento de crianças, oferecendo um pagamento maior.

Durante o depoimento, Isabela confessou o crime e alegou que se defendeu das agressões de Leizer. Ele teria marcado com Jaqueline um programa por R$ 500, no qual ela teria prometido levar a sobrinha de três anos. Segundo a defesa do casal, a criança não estava presente no momento do crime.


Conforme o delegado, o casal teria atraído Leizer para uma emboscada junto a outros dois homens, que também tiveram prisão temporária decretada em março. Ambos estão foragidos. O grupo teria tido a intenção de extorquir o homem, usando a criança como “isca”. No entanto, durante o encontro, teria ocorrido uma briga e a vítima foi atingida por golpes de faca.


No dia 26 de agosto de 2019, Leizer foi dado como desaparecido. O carro dele foi queimado e abandonado em um canavial. O corpo foi localizado em uma área de mata em outra região, no dia 1º de setembro.



 
Navegue pela web
logo real certo.png
  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Grey Instagram Ícone