anuncio cabeçario site.png
Buscar

Infecção de parasita pode afetar ideal político das pessoas, indica estudo

Na pesquisa, 477 dos 2.315 participantes estavam infectadas com Toxoplasma. A infecção parasitária influenciou na pontuação mais baixa nos ideias de liberalismo cultural e antiautoritarismo



Pessoas infectadas pelo protozoário Toxoplasma gondii tendem a ser propensas a outras doenças, mas também a alterações de personalidade e comportamento. Um estudo publicado na revista Evolutionary Psychology — no último dia 29 de julho sugere que a infecção parasitária pode afetar os ideais políticos das pessoas.


Foram observadas as pontuações de homens e mulheres com a infecção parasitária — dos 2.315 participantes do estudo, 477 estavam infectados com o protozoário. Para investigar as crenças e valores dos participantes, foi utilizado um questionário on-line. "Entre os traços afetados pela toxoplasmose, também estão aqueles que podem afetar as crenças políticas dos sujeitos infectados. Por exemplo, homens infectados apresentam menor força do superego, ou seja, tendência a desrespeitar as regras da sociedade, enquanto a tendência oposta foi observada em mulheres infectadas", aponta detalhes do estudo.

Menor consciência, baixa generosidade e pouca busca por novidades foram aspectos observados tanto em mulheres quanto em homens. O estudo aponta também que indivíduos infectados têm maior tendência a comportamentos de risco. As mulheres infectadas com Toxoplasma expressaram pior saúde mental e física, enquanto os homens infectados demostraram pior saúde física do que os pares livres da infecção



"O presente estudo mostrou que os participantes infectados e livres de toxoplasma do nosso estudo transversal diferiram em três dos quatro fatores medidos com o inventário político, ou seja, pontuaram mais alto em tribalismo (organização em sociedades pequenas) e mais baixo em liberalismo cultural e antiautoritarismo. Esses resultados estão de acordo com amplas pesquisas anteriores, mostrando que indivíduos em áreas afetadas por parasitas são mais propensos a serem conservadores e autoritários", destacaram os pesquisadores.



Os autores relacionam os resultados ao estresse crônico causado pela infecção. No entanto, eles também ressaltam a importância de mais estudos para investigar a causalidade e diferentes doenças infecciosas.