google-site-verification=lbjueM2tO1RF8DU_YVArfBjlwLINtJ5N-0i3bpcVFVo
top of page
Post: Blog2_Post

Jean Wyllys deve assumir cargo na Secom da Presidência

Atualizado: 21 de nov. de 2023

O ex-parlamentar deve se tornar assessor especial do ministro Paulo Pimenta



O ex-deputado Jean Wyllys retornou ao país no fim de junho, seguindo a orientação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, como o Correio antecipou, possivelmente com um cargo no governo. Agora, com o apoio da primeira dama Rosângela da Silva, a Janja, ele deve assumir um cargo no Palácio do Planalto.


A nomeação formal ainda não tem data, mas ele deve se tornar assessor especial do ministro Paulo Pimenta, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom). A função de Jean Wyllys será articular junto com o ministro temas como luta antirracista, equidade de gênero, direitos humanos e mudanças climáticas na comunicação do governo.



Durante o auto-exílio, Jean deixou o Psol para se filiar ao PT, na busca de fortalecer o presidente Lula e vencer Jair Bolsonaro nas urnas. “Iniciei um movimento, que depois ganhou força, em que várias pessoas saíram dos seus partidos para se filiar ao PT. O (senador Fabiano) Contarato, Marcelo Freixo, depois, uma série de pessoas fizeram esse movimento depois de mim, que era o seguinte: ‘vamos nos juntar e fortalecer a figura de Lula’. Nós não tínhamos outra pessoa para isso, não tínhamos outra pessoa para enfrentar Bolsonaro naquele momento a não ser Lula”, afirmou.


“E deu certo porque foi um movimento orgânico das outras pessoas saírem, mas eu não pedi nada em troca. Muito pelo contrário, esse convite para vir e talvez, porque não tem nada certo também, assumir alguma função no governo partiu dele”, ressaltou ao Correio, confirmando que ele retornou ao Brasil já com a possibilidade de colaborar com a gestão de Lula.

Comments


bottom of page