Buscar

Jornalista decide contar em evento sua própria experiência de superação de um Câncer de Mama


Gláucia Mello palestrando no evento “Prevenção e + amor, por favor” promovido

por ela mesma em shopping no Rio - FOTO: LARISSA SILVA



O Barão tá feliz! O evento produzido pela comunicadora Gláucia Mello sobre o Outubro Rosa foi um sucesso e levou a um shopping de Vila Isabel uma quantidade de pessoas bem acima do esperado. Não foi fácil para ela. Vitoriosa de um câncer de mama em plena pandemia teve que redobrar seus cuidados além de sofrer e se submeter àqueles tratamentos penosos como a quimioterapia e a radioterapia. Mas venceu a tudo e a todos.


E foi com esse estímulo que decidiu realizar uma ação de conscientização e alerta às mulheres sobre como se prevenir para evitar o câncer de mama. Hoje, Gláucia, que é jornalista e produtora, além de fotógrafa e atriz, pretende agora se dedicar às palestras para relatar a sua experiência e como conseguiu reunir forças para superar todo esse processo. Olha que legal!


Para aqueles que não associaram uma coisa a outra, vale lembrar que o Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama, e foi criado no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença.


A DANÇA DAS REDAÇÕES


O jornalismo brasileiro passa por um momento de mudanças como nunca dantes na vida desse país. A todo momento lemos na internet demissões ou remanejamentos de profissionais dos mais diversos meios de comunicação. Na TV Globo, então, nem se fala. Todo mês ou às vezes, até mesmo semanalmente deparamos com novidades nada agradáveis para quem é do ramo.


A mais recente fofoca reza que a jornalista da GloboNews Andréia Sadi vai ser fisgada pela CNN com uma proposta irrecusável. Pelo que foi divulgado nas redes sociais ela teria um programa só pra ela atuando como âncora e tendo uma equipe de apuradores ao seu dispor, uma cena bem encaixada para a competente Andréia, que está na GloboNews desde setembro de 2015 e atua como repórter de política em Brasília.



QUEM PODE, PODE!


Enquanto isso o narrador de futebol Galvão Bueno, o homem que ganhava R$ 5 milhões mensais, segundo informações divulgadas nas redes sociais sofreu um baque: imaginem que ele perdeu 80% do seu minguado salário? Pois é. Agora o coitadinho não ganha mais do que a bagatela de R$ 800 mil reais mensais. Você que está me lendo, pode se imaginar com um salário de R$ 800 mil. Confessa! Agora mesmo ele ressurge na internet deixando o público com inveja ao ostentar seus momentos de luxo nas férias que passa em Miami ao lado da sua digníssima esposa Desirée Bueno, como por exemplo, um presunto de R$ 7 mil o quilo além de vinhos caríssimos. Quem pode, pode, né?


35 visualizações
 

Mais Notícias