google-site-verification=lbjueM2tO1RF8DU_YVArfBjlwLINtJ5N-0i3bpcVFVo
top of page
Post: Blog2_Post

Jovem cria sabonete para tratar câncer de pele e é premiado

Atualizado: 21 de nov. de 2023


O jovem criou o sabonete contra o câncer de pele depois que descobrir que a operação contra a doença custa mais de U$ 40 mil. Foto: Reprodução/FCPS.

Esse jovem da foto criou um sabonete que pode ajudar no tratamento contra o câncer de pele. E ele ganhou um prêmio de U$ 25 mil por isso, mais de R$ 125 mil.

Nascido na Etiópia, na África, Heman Bekele mora nos Estados Unidos desde os 4 anos de idade. Foi lá que ele soube que as taxas de sobrevivência da doença são diferentes em partes da África Subsariana e nos locais que têm condições para tratamento para a população.

“O câncer de pele é encontrado principalmente em pessoas que vivem em países em desenvolvimento. Mas o preço médio de uma cirurgia é de US$ 40 mil [mais de R$ 200 mil]. Fiquei arrasado com a ideia de as pessoas terem que escolher entre o tratamento e colocar comida na mesa”, contou Heman.



Câncer de pele na Etiópia

Heman Bekele estuda na WT Woodson High School e usou o sol escaldante da Etiópia como ponto de partida para buscar soluções contra o câncer de pele.

O adolescente começou a desenvolver o sabonete que ajuda a proteger a pele e aumenta a resposta imunológica do órgão, com o apoio de um mentor.

A pesquisa foi transformada em protótipo e ele foi coroado o “Melhor Jovem Cientista da América”, depois de vencer o 3M Young Scientist Challenge de 2023.

Apesar de morar nos Estados Unidos há muito tempo, ele nunca esqueceu os trabalhadores de onde nasceu, que ficam horas trabalhando sob o sol forte. Segundo Heman, várias mortes poderiam ter sido evitadas.

O sabonete do jovem inovador

Determinado em achar uma solução, ele começou a procurar sobre o câncer de pele e entendeu mais sobre as células dendríticas, que ajudam a proteger a pele.

O garoto passou meses “brincando” com ácido salicílico, ácido glicólico e tretinoína, tentando achar algo que pudesse ajudar contra o câncer.

Como age o sabonete

Em pouco tempo ele conseguiu desenvolver o SCTS, o sabonete para tratamento de câncer de pele. O produto atua reativando as células dendríticas da pele, o que aumenta a resposta imunológica.

“No início, eu estava apenas procurando um experimento científico divertido”, contou. E o que começou com uma brincadeira, tornou-se algo muito grande.

Componentes do sabonete

Heman teve que driblar o problema da liga do produto. Era preciso encontrar uma combinação para garantir que o sabonete não se quebrasse em vários pedaços.

Usando 3M Cavilon (um hidratante e creme de barreira), óleo de coco e manteiga de karité orgânica, ele conseguiu!

“Foi muito difícil conseguir uma barra de sabão que não derretesse. A persistência é uma parte muito importante do processo científico”, explicou o garoto.

À medida que avançava na 3M Young Scientist Challenge, ele recebeu o apoio de um mentor, que o ajudou a transformar a pesquisa em protótipo.

Entre os 10 finalistas, que foram avaliados pela engenhosidade, pensamento inovador, demonstração de paixão e pesquisa e habilidades de apresentação, Heman foi o grande vencedor!


O jovem se dedicou a competição e conseguiu ganhar o prêmio máximo! Foto: Reprodução/SCTS.

Patente do sabonete

Com o dinheiro, ele já tem foco certo: quer investir para garantir uma patente e começar o curso superior. Além disso, ele quer abrir uma organização sem fins lucrativos para distribuir gratuitamente o sabonete em comunidades de baixa renda.

O produto é acessível e tem custo de produção de U$ 0,50 a barra. Já o pacote com 20 unidades sai a U$ 8,50 – menos de R$ 50.

コメント


bottom of page