Buscar

Magistrados afegãos ameaçados pelo Talibã chegam hoje a Brasília

A ação está sendo coordenada por entidades como a AMB e a Ajufe, após informações de que 270 juízas estavam em situação de vulnerabilidade, em risco por desempenharem a função

Chega na tarde de hoje (20) a Brasília o grupo de dez magistrados afegãos que recebeu visto humanitário do governo brasileiro e será acolhido com suas famílias na capital federal. No total, 26 pessoas desembarcaram no Brasil desde segunda-feira (18).


São sete magistradas e três magistrados, além de seus filhos e outros familiares. Os voos que trouxeram as famílias ao Brasil vieram da Turquia, da Macedônia do Norte e da Grécia.


A ação está sendo coordenada por entidades como a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), após informações de que 270 juízas estavam em situação de vulnerabilidade, em risco por desempenharem a função e, eventualmente, por terem julgado e condenado integrantes do regime Talibã, que assumiu o poder no Afeganistão.


No início de setembro, os ministérios das Relações Exteriores e da Justiça e Segurança Pública regulamentaram a concessão do visto temporário e de autorização de residência para acolhida humanitária de afegãos, apátridas e pessoas afetadas pela situação no Afeganistão. "Receberão especial atenção as solicitações de mulheres, crianças, idosos, pessoas com deficiência e seus grupos familiares, inclusive a situação particular das magistradas afegãs que foi trazida ao conhecimento do Governo brasileiro", informou o Itamaraty à época.

5 visualizações
 

Mais Notícias