PM apura desvio de conduta de militares fardadas em vídeo no Tik Tok

Vídeo viralizou nas redes sociais e levantou polêmica sobre uso do uniforme militar e machismo


Em menos de 1 minuto, oito mulheres exibem, em sequência, duas versões delas mesmas: na primeira, trajam uniforme da Polícia Militar do Maranhão; na segunda, graças aos recursos de edição do aplicativo de vídeos Tik Tok, como em um passe de mágica, as policiais aparecem produzidas, em looks bastante diferentes do que são habituadas a usar no dia a dia de trabalho.

A “transformação” chamou a atenção de muita gente nas redes sociais. Já são milhares de visualizações em diversos perfis que reproduziram o vídeo das PM’s maranhenses, no próprio Tik Tok, no Instagram e no Facebook – isso sem contar a infinidade de compartilhamentos no WhatsApp.


Veja o vídeo....


https://youtu.be/ZtJiTlfjklo


O problema é que, além da fama, as militares também causaram desconforto e incômodo no próprio Comando da Polícia Militar do Maranhão, que, tão logo soube do conteúdo, determinou a abertura de uma sindicância para apurar “eventual transgressão disciplinar” cometida pelas servidoras, dentre as quais há, pelo menos, uma oficial Capitã QOPM. Na corporação, o encarregado da apuração é o Tenente Coronel Raimundo Borba Lima.


“A apuração tem a ver com o respeito ao nosso regulamento, que é claro ao determinar que o uso do uniforme militar deve se dar apenas quando o policial estiver de serviço. Demonstrar o respeito a essa norma é, também, respeitar a própria população maranhense, que precisa ver a Polícia Militar como uma instituição séria e confiável, e não como como uma instituição cujos servidores brincam e dançam de farda, especialmente em um momento de tanta dor para centenas de pessoas como o que estamos vivendo”, justifica o Coronel Pedro Ribeiro, Comandante Geral da PMMA.

Navegue pela web
logo real certo.png
  • Facebook - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza
  • Grey Instagram Ícone