Buscar

Por que a Coreia do Norte rejeita vacinas da Rússia? Entenda

A ditadura de Kim Jong-un também dispensou doses da

Coreia do Sul e da China



O ministro de Relações Exteriores da Rússia , Sergey Lavrov, afirmou nesta quarta, 7, que ofereceu mais uma vez vacinas e equipamentos médicos contra a Covid para a Coreia do Norte , mas que esse país voltou a recusar a doação .


Além das vacinas da Rússia, a ditadura de Kim Jong-un (foto) dispensou doses da Coreia do Sul e da China, sua principal aliada. O consórcio Covax tem adiado indefinidamente a entrega de 1,7 milhão de vacinas da AstraZeneca .



Em vez de imunizar a população, Kim escolheu isolar completamente seu país, que já era praticamente impenetrável.


Oficialmente, a Coreia do Norte não admite casos de Covid. Mas o fechamento das fronteiras não é totalmente eficaz. No final de junho, Kim anunciou uma falha grave nas medidas de prevenção e removeu um funcionário de seu posto.


Entre as razões possíveis para que Kim negue as ofertas de vacinas está a ausência de refrigeradores para transportar as doses. Como se trata de um regime paranoico, também existe a desconfiança com estrangeiros entrando no país para monitorar a vacinação.



O isolamento é tão intenso que tem atrapalhado a importação de alimentos. Diversos diplomatas abandonaram o país em março. “ É preciso compreender por que as pessoas estão deixando a capital da Coreia do Norte. Nem todo mundo consegue aguentar restrições tão fortes e abrangentes “, publicou no Facebook a Embaixada da Rússia em Pyongyang.

9 visualizações
 

Mais Notícias