CLIQUE

Profissionais do sexo nos Países Baixos protestam contra restrições

As profissionais do sexo nos Países Baixos avisaram esta quinta-feira que vão manifestar-se na próxima semana defronte do Parlamento holandês para denunciar a manutenção do fecho dos bordéis, enquanto donos de cafés e restaurantes ameaçaram reabrir as portas sem autorização.


O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, indicou que irão manter-se as medidas de combate à propagação da pandemia de covid-19, incluindo o recolher obrigatório e o encerramento dos bares, cafés e restaurantes.


No entanto, Rutte decretou um relaxamento nas restrições para grande parte das chamadas "profissões de contacto", com a reabertura dos salões de cabeleireiro e de massagem a partir de 03 de março.


As profissionais do sexo, proibidas de exercer a profissão desde o início de dezembro de 2020, não foram autorizadas a retornar à profissão, segundo Rutte, face à "especificidade do trabalho, que implica um contacto muito próximo e a possibilidade de transmissão do vírus".


As trabalhadoras do sexo, cuja profissão é legal nos Países Baixos desde 2000, têm previsto reunir-se terça-feira defronte do Parlamento, em Haia, para manifestarem o desacordo com a decisão.


"Vamos protestar porque somos a única profissão de contacto agora excluída da flexibilização das medidas governamentais", disse à agência noticiosa France-Presse (AFP) Moira Mona, uma das organizadoras do protesto.


"Temos um protocolo de higiene rígido e sabemos, talvez melhor do que ninguém, como prevenir a transmissão do vírus", argumentou.


Por seu lado, pelo menos 65 proprietários de cafés e restaurantes asseguraram que vão reabrir a 03 de março, apesar da paralisação imposta pelo Governo desde meados de outubro, informou a emissora estatal NOS.



O anúncio ocorre depois de, nos últimos dias, milhares de pessoas se terem reunido em parques e jardins nos Países Baixos para aproveitar o clima ameno, sem respeitar medidas de distanciamento.


"Fim de semana após fim de semana, vemos parques urbanos lotados. É estranho", afirmou Johan de Vos, proprietário de um restaurante, que garantiu que os empresários da restauração são capazes de garantir o cumprimento das regras sanitárias.


A Real Federação dos Restaurantes da Holanda, contactada pela AFP, afirmou "compreender a decisão de alguns proprietários" de cafés e restaurantes, apesar de a reabertura não autorizada não constituir uma política oficial da instituição.


Segundo os dados oficiais mais recentes, os Países Baixos acumularam desde o início da pandemia de covid-19 quase 1,1 milhões de casos de contágio com o novo coronavírus, que provocaram cerca de 15.500 mortes.


A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.498.003 mortos no mundo, resultantes de mais de 112,5 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 
ÃNUNCIO DESIGN.jpg
ÃNUNCIO DESIGN.jpg
Navegue pela web
faceVERDE redondo PNG.png
whatsapp novo3.png
logo real certo.png

Siga-nos no FACEBOOK e receba as notícias em tempo real no Feed do seu facebook.

logo real certo.png

EXPEDIENTE

REVISTA REAL NOTÍCIAS

A Revista Real Notícias foi fundada em primeiro de junho de 2020,.

O veículo é completamente digital, com suporte nas redes  sociais. Atuação nos canais: Facebook - Twitter - Instagram e You tube.

Direto Presidente: Carlos de Mello 

Vice Presidente: Damasceno Henrique

Jornalista Responsável: Carlos Hemrique

Colaboradoes:

Kelly Barros - Colunista de Moda

Cmte. Diniz - Notícias da Caserna

REVISTA REAL NOTÍCIAS - AV. HENRIQUE LOTTE , 50 - BARRA DA TIJUCA - RJ - BRASIL - SITE DESENVOLVIDO POR DESIGN GRÁFICO REAL - 00029291712