anuncio cabeçario site.png
Buscar

Projeto brasileiro de absorvente sustentável ganha prêmio internacional

Um absorvente sustentável que custa apenas R$ 0,02 a unidade. Essa é a proposta de duas estudantes do Rio Grande do Sul e que ganhou um prêmio internacional.

Chamado SustainPads, os absorventes são feitos a partir de subprodutos industriais e foram desenvolvidos pelas estudantes Camily Pereira dos Santos e Laura Nedel Drebes.


Camily e Laura ganharam o Prêmio Jovem da Água de Estocolmo e agora irão representar o Brasil em mais uma etapa do concurso, que também acontece na Suécia, entre 29 de agosto e 2 de setembro.


SustainPads


O SustainPads é um absorvente sustentável feito com fibras da palmeira juçara e do pseudocaule da bananeira.


Cada absorvente custa apenas R$ 0,02 em média. A palmeira juçara é nativa da Mata Atlântica e é conhecida pelo palmito de boa qualidade.



Pobreza menstrual


Um dos objetivos das estudantes é o combate a chamada pobreza menstrual.


De acordo com o relatório Pobreza menstrual no Brasil, realizado pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Uniced), cerca de 713 mil meninas não têm acesso a chuveiro ou banheiro em casa e mais de 4 milhões não possuem itens mínimos de cuidados menstruais nas escolas.


Além disso, o projeto ajudará a natureza, já que as estimativas é que uma mulher descarte, aproximadamente 10 mil absorventes durante vida e estes demoram até 500 anos para se decompor.

Parabéns meninas!



Os absorventes são feitos de resíduos industriais e não agridem a natureza – Foto: IFRS