Buscar

Queiroga promete distribuir mais de 16 milhões de vacinas até segunda 3/05/2021

Ministro da Saúde participou de coletiva da Organização Mundial da Saúde (OMS) focada na situação do Brasil e das Américas e acredita que até o final do ano toda a população estará vacinada


Um dia após alcançar a triste marca de 400 mil mortos pela covid-19, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participou da coletiva da Organização Mundial da Saúde (OMS) focada em abordar a situação do Brasil e das Américas, ao lado das autoridades da entidade. Queiroga aproveitou o momento para ressaltar o trabalho feito em um mês à frente da pasta e disse que se comprometeu a acelerar a vacinação contra a covid-19.


Em resposta ao Correio, o ministro da Saúde afirmou que distribuirá 16 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 aos estados brasileiros até a próxima segunda-feira (3/5). “Até segunda-feira (3) vamos distribuir mais de 16 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Isso, por exemplo, equivale a populações de países como Portugal, Grécia e Israel. E essas vacinas, logo que distribuídas, são, através de estados e municípios, disponibilizadas para a nossa população", afirmou.

O ministro disse, ainda, que a prioridade do Brasil neste momento é a campanha nacional de vacinação. Tendo isso em vista, ele reforçou que o país trabalha para acelerar o recebimento de imunizantes já comprados e que pretende comprar mais doses de vacinas. "Estamos na iminência de assinar um novo contrato com a Pfizer para a compra de mais 100 milhões de doses", revelou.


O Brasil já assinou um acordo com a farmacêutica para a compra de 100 milhões de unidades da vacina Comirnaty, desenvolvida pela Pfizer/BioNTech. O primeiro lote, com 1 milhão de doses, chegou nesta quinta-feira (29) ao país.



Além disso, o cardiologista afirmou que o Brasil tem doses suficientes para imunizar toda a população até o final do ano. “Temos doses suficientes para o segundo semestre e é possível garantir que até o final do ano de 2021 tenhamos a nossa população inteiramente vacinada”, garantiu.


Uma das expectativas do ministro da Saúde é vacinar 2,4 milhões de pessoas por dia. Anteriormente, a meta era vacinar 1 milhão de pessoas por dia. No entanto, esta previsão não vem sendo cumprida diante da lenta distribuição de imunizantes aos estados brasileiros.

1 visualização0 comentário
 

Mais Notícias