anuncio cabeçario site.png
Buscar

Saúde do Rio suspende visitas nas unidades da rede municipal

Medida ficará em vigor durante 15 dias, mas não vai atingir o direito a acompanhantes protegidos por lei


A Secretaria Municipal do Rio (SMS) suspendeu, a partir desta terça-feira (18), as visitas aos pacientes internados nas unidades da rede municipal de saúde. De acordo com a pasta, a decisão foi motivada pelo avanço da variante Ômicron, com o objetivo de tentar combater a disseminação do vírus nos hospitais, e ficará em vigor durante 15 dias, mas não vai atingir o direito a acompanhantes protegidos por lei – como crianças, idosos, deficientes físicos e pacientes com transtornos mentais.



"Devido ao alto risco de contágio da covid-19, a Secretaria Municipal de Saúde está suspendendo por 15 dias as visitas a pacientes internados nos hospitais da rede. A permanência de acompanhantes segue permitida para menores de idade, idosos e portadores de deficiência", disse a SMS, em nota.


A suspensão temporária também aconteceu na rede estadual. A pasta não deu prazo para o fim da proibição, mas afirmou que os acompanhantes foram avisados com antecedência. Na semana passada, as redes de saúde do estado e do município suspenderam por 30 dias a realização de cirurgias eletivas.