google-site-verification=lbjueM2tO1RF8DU_YVArfBjlwLINtJ5N-0i3bpcVFVo
top of page
Post: Blog2_Post

Valdemar Costa Neto diz que Bolsonaro "não é uma pessoa normal"

Atualizado: 2 de jun. de 2023

Em entrevista ao programa Estúdio I, da GloboNews, o presidente do PL usou a fala para justificar a falta de uma ordem explícita do ex-chefe do Executivo para o fim dos acampamentos antidemocráticos



O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, afirmou, nesta terça-feira (16/5), que o ex-presidente Jair Bolsonaro "não é uma pessoa normal" e "não é uma pessoa como nós". Em entrevista ao programa Estúdio i, da GloboNews, o líder do partido usou a fala para justificar a falta de uma ordem explícita do ex-chefe do Executivo para o fim dos acampamentos antidemocráticos, estabelecidos durante as eleições de 2022 e que resultaram na invasão das sedes dos Três Poderes em 8 de janeiro, e acrescentou que o problema do aliado é “erro de comunicação”.


A declaração foi feita após a jornalista Andrea Sadi perguntar a Valdemar se faltou Bolsonaro se posicionar veementemente contra os atos antidemocráticos. O presidente do PL concordou e disse que chegou a conversar com o ex-presidente sobre a necessidade da fala com as pessoas acampadas, mas Bolsonaro não o fez por estar “muito abatido”.


“Ele ficou quebrado depois do segundo turno, do primeiro para o segundo nós achávamos que íamos ganhar as eleições. Eu perguntei para ele 'Bolsonaro, você não vai falar nada para as pessoas?' e ele perguntou 'falar o quê?'. Ele estava tão abatido que ele não falou, ele tinha que ter falado para aquele pessoal ir para casa. Eu achava que ele tinha que ter feito isso antes do Natal. Mas isso foi uma falha na comunicação", disse.



Valdemar afirmou que "algumas pessoas" acreditavam que Bolsonaro queria que os acampamentos continuassem, mas não era a vontade dele. Em seguida, o presidente do PL fez uma leitura sobre o perfil e personalidade do ex-presidente. "Bolsonaro não é uma pessoa como nós. (pausa). Bolsonaro não é uma pessoa normal, não estou dizendo que ele é errado ou certo", pontuou.


"O Bolsonaro não é uma pessoa normal, já começa pelo carisma que ele tem, que é uma loucura, não dá para entender. Você vê a popularidade que ele tem, hoje o país está dividido infelizmente, mas o Bolsonaro tem esses problemas, ele tem dificuldade. Tem dificuldade. O problema dele é erro de comunicação", acrescentou.

bottom of page